60 anos de

Michael Jackson

Por: Rafael Bittencourt

Publicado em 30 de agosto de 2018

Relembre a trajetória – Nesta quarta-feira, 29, Michael Jackson completaria 60 anos de idade. Sem dúvida, o cantor ainda é o maior nome da música pop. Não à toa, imortalizou-se com o título de “rei do pop”.

O começo da carreira e os Jackson’s Five

Michael é o sétimo filho do casal Joseph Jackson  e Katherine Jackson e, desde criança, ele e seus irmãos demonstravam grande talento para música. Sua mãe o escutou cantando aos 5 anos e, após isso, juntou-se aos seus irmãos mais velhos na banda Jackson’s brothers. 

Em 1965, os Jackson’s Brothers ganharam um concurso para tocar em um desfile de moda. Para causar um impacto maior, a banda mudou seu  nome para Jackson’s Five. Através do show feito no desfile de moda, a banda ganhou um certo destaque e foi crescendo, fazendo pequenos shows pelos EUA.

Michael era o grande nome da banda. Aos 13 anos, já tinha alguns sucessos com seus irmãos como: I’ll be there, ABC e I want you back.

O preço da fama e sucesso para Michael foi caro. Ele não teve uma infância longe dos palcos e era privado das brincadeiras de criança para se dedicar somente à música.

Nos anos 70, Michael fazia sucesso com os Jacksons Five, mas, por ser o grande destaque, pensava em sua carreira solo. Em 1979, Michael era maior que a banda, então foi o momento ideal para seu álbum solo: Off the Wall.

O disco foi bem sucedido e trazia grandes hits como Rock with you, Off the wall e Don’t stop till get enough, que ficou conhecida no Brasil como abertura do programa Vídeo Show, da rede Globo.

Thriller

Esse disco rendeu a Michael Jackson o Grammy de melhor disco de R&B, mas ele não estava satisfeito, queria mais. Foi no ano de 1982 que Michael lançou Thriller, o álbum mais vendido da história, com mais de 65 milhões de cópias em todo mundo. 

Nesse momento, o cantor subiu de patamar em sua carreira e ganhou status de grande estrela da música pop. Nesse disco, temos músicas icônicas para cultura pop como Thriller, Beat it e Billie jean.Michael estava gigante. Além de cantor, era um excelente dançarino e seus videoclipes foram marcados pelos famosos passos de dança. Poucos dançaram igual Michael e seus videoclipes viralizaram. Cada coreografia era muito marcante.

O videoclipe de Thriller foi um divisor de águas para indústria da música. Lançado em 1982, Thriller, além da coreografia empolgante, tinha um cenário, uma história e foi dirigido por cineasta. Foi importante na época, já que o videoclipe ajudou a alavancar a venda do álbum e isso mudou a indústria da música. Thriller ganhou o prêmio de álbum do ano.

No ano de 1985. Michael Jackson lançou o projeto We are the world, para arrecadar fundos para a população pobre na África. Além de Michael Jackson, participaram do projeto Bob Dylan, Cyndi Lauper, Lionel Richard entre outros artistas da época. A iniciativa arrecadou mais de 63 milhões de dólares.

Bad

Em 1987, Michael volta a mostrar todo seu talento com álbum Bad. Nessa época sua vida pessoal, passava por um verdadeiro caos. O cantor sofria com as primeiras manchas causadas pelo vitiligo, doença de pele em que há perda gradual da coloração.

Embora cheio de transtornos, Michael continuava genial em Bad. Ele não deixou o nível cair e estava cada vez melhor nas músicas e danças. Neste álbum, temos Bad, que dá nome ao disco, The way you make me feel, Man in the mirror e a grande Smooth criminal, que tem um videoclipe grandioso, onde Michael mostra seu talento como coreógrafo. O clipe de Smooth Criminal foi marcante para época.

O rei do pop

O passo de dança Moonwalker, feito pela primeira em 1983, tornou-se a marca registrada do astro do pop. O movimento ganhou uma animação em 1988 e estava cada vez mais popular e todos tentavam imitá-lo. Moonwalker ganhou até mesmo um jogo de videogame em 1989 para game driver.

Com 3 álbuns de grandes sucesso, em 1989 Michael Jackson conquistou o status de “rei do pop”. Isso serviu de inspiração ao cantor em Dangerous, álbum lançado em 1991. Dangerousfoi um bom disco, mas sem a mesma grandiosidade dos anteriores. Mesmo assim, suas músicas chegaram ao topo como Black and White e Remember the time, clipe estrelado por Eddie Murphy. Michael também fez o primeiro grande show do Super Bowl, em 1993.

Em 1995, Michael lançou History. Nesse álbum, o cantor mostra todo seu rancor com a mídia, que o acusava de pedofilia. History tem a música They don’t care about us, com participação do grupo Olodum e seu clipe foi gravado na periferia de Salvador, na Bahia.

Em 2009, Michael Jackson anunciou sua aposentadoria com a última turnê This is it, que vendeu 1 milhões de ingressos em duas horas. Três semanas antes do primeiro show, o cantor foi encontrado morto em sua casa, devido uma parada cardíaca causada por remédios. Mesmo com o fim permanente dos palcos, Michael eternizou-se com suas músicas e coreografias marcantes.

Creative Commons License AttributionRepublish
Please complete the required fields.




Entre com sua conta

Preencha os campos abaixo para se registrar

*Para se registrar neste site, você precisa concordar com nosos Termos & Condições e Política de Privacidade.

Esqueci minha senha

Por favor, entre seu e-mail ou usuário.

×

REPUBLISHING TERMS

You may republish this article online or in print under our Creative Commons license. You may not edit or shorten the text, you must attribute the article to Aeon and you must include the author’s name in your republication.

If you have any questions, please email ccby@notajornal.com.br

License

Creative Commons License AttributionCreative Commons Attribution
60 anos do Michael Jackson